21 de agosto de 2013

Ministério de Mulheres

mca3mca_80_anos
Matéria dos 80 Anos da MCA da PIB de Pelotas
Igrejas da Aibasul se reúnem para o aniversário da quinta MCA a surgir no estado

    A Primeira Igreja Batista de Pelotas celebrou o aniversário de 80 anos da sua MCA no dia 15 de novembro de 2006 em um encontro que reuniu as organizações femininas da Associação das Igrejas Batistas do Sul (Aibasul).

    Dois anos depois do pastor Albert Lafayette Dunstan organizar a PIB de Pelotas, surgiu em 1926, no dia 15 de novembro, a “Sociedade Auxiliar de Senhoras”, hoje “Mulher Cristã em Ação”.

    O trabalho começou com 15 sócias e foi o quinto no estado do Rio Grande do Sul. Oitenta anos depois a sócia mais antiga que ainda está na igreja, Márcia de Souza Leão Marques, contou um pouco sobre a história da MCA na reunião organizada pela atual diretoria, Nilda Rosa Cruz da Rosa (coordenadora), Diva Weige Camargo (vice-coordenadora) e Níria Weige Dias (secretária/ tesoureira).

    A comemoração iniciou às 14h com um culto de gratidão a Deus pelos 80 anos de organização desse ministério. Foi um momento de louvor onde as MCAs representadas participaram com hinos e também de ouvir a palavra que foi trazida por uma das membras da PIB do Capão do Leão, Marlize Lopes, que falou sobre a fidelidade do cristão, tema da Convenção Batista Brasileira no ano de 2006.

    Um dos momentos especiais foi a homenagem feita as 15 mulheres que iniciaram o trabalho em 1926 e também a apresentação de todas as que fazem partem desse ministério atualmente (foto). E não só as mulheres da PIB de Pelotas foram lembradas, as coordenadoras atuais das MCAs das igrejas que estavam presentes também foram, levando para casa as flores que receberam.

    Encerrado o culto foi a hora da confraternização. No salão social da igreja, decorado nas cores da MCA, branco e lilás, foi servido um bolo para que todas comemorassem juntas esse aniversário que demonstra o quanto Deus é fiel e que Ele tem “feito grandes coisas e por isso estamos alegres” (Salmo 126:3).

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *